julho 09, 2015

precisei
morrer de amor
para lembrar
que estava vivo


(Fabricio Garcia)

Nenhum comentário: